Blog Foliculite

Foliculite infantil: Como tratar

publicado em 21/11/2017

Foliculite em crianças: saiba o que é e como tratar

Em crianças, a foliculite é tão comum quanto em adultos. Isso porque, a foliculite em crianças, comumente, aparece devido a um conjunto de fatores genéticos e, também, relacionados aos cuidados com a pele.

Sendo assim, é possível dizer que a foliculite infantil aparece em algumas áreas do corpo das crianças por diversos motivos.

Neste texto, nós veremos o que é a foliculite em crianças. Veremos quais são as causas e os tratamentos mais comuns. Logo, se o seu filho sofre com esse problema leia o texto na integra para entender mais sobre o assunto.  

O que é foliculite?

Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia, o termo foliculite é utilizado para definir a inflamação dos folículos pilosos, local onde os pelos nascem e crescem.

Os folículos pilosos estão presentes em todas as partes do corpo, exceto nas palmas das mãos, pés e regiões mucosas (como os lábios). Logo, uma pessoa com tendência a desenvolver foliculite pode apresentar inflamação em todas as partes do corpo.

A causa principal da foliculite é a infecção devido a presença de bactérias e fungos que se alojam no folículo piloso e causam a inflamação. Por isso, ela pode se apresentar de duas maneiras:

Foliculite superficial

Nesta forma a obstrução acontece na parte superior dos folículos pilosos. A pele ao redor do pelo fica com aspecto avermelhado e sensível e a infecção é muito semelhante à infeção causada por espinhas.

Ela ainda pode ser subdividida da seguinte forma:

Foliculite Estafilocócica

Quando os folículos pilosos são afetados por bactérias staphylococcus aureus, causando assim coceira e inflamação na região afetada.

Foliculite por pseudômonas

Esse tipo de foliculite é causada por bactérias pseudômonas que costumam proliferar em ambientes aquáticos.

Ela geralmente costuma causar erupções vermelhas e que coçam e também bolhas.

Foliculite profunda  

Nesta forma a inflamação acontece por toda a estrutura do folículo piloso. Desde a raiz até a sua parte superficial. Ela faz com que surjam nódulos endurecidos e com pus, além de causar coceira e dor.

Furúnculos e carbúnculos

Esses ocorrem quando há infecção por estafilococos. E causam na região uma inflamação muito dolorida e avermelhada.

Foliculite eosinofílica

Ela causa manchas inflamadas na pele e também feridas com pus que se espalham por toda a área afetada. Ela ainda não tem as causas conhecidas, embora o fungo responsável seja o mesmo da foliculite pitirospórica.

Foliculite em crianças

 

foliculite infantil

Em crianças as regiões mais suscetíveis de se desenvolver a foliculite são as nádegas e as coxas.

Nesta fase da vida é mais comum o aparecimento de foliculite superficial. Logo, é possível notar que a criança está com foliculite quando aparecem pequenas inflamações parecidas com espinhas e uma pequena secreção amarelada nos locais em que nascem os pelos.

Causas da foliculite

Qualquer pessoa pode ter propensão genética a desenvolver foliculite. Entretanto, grupos como as pessoas negras, asiáticas, obesas ou com baixa imunidade são mais propensas.

Dessa forma, se sua criança estiver dentro de algum dos grupos anteriores, ela pode ter mais propensão a desenvolver a doença.

Para além disso, outro fator determinante para a foliculite em crianças é a obstrução dos folículos. Sendo assim, o uso de óleos e produtos com oleosidade excessiva podem causar a foliculite nessa fase da vida.

Cuidados

À vista do que foi apresentado no tópico anterior, os cuidados para que não se desenvolva a foliculite infantil estão relacionados ao uso de produtos adequados.

Por isso, é necessário o uso de sabonetes neutros e produtos com baixa concentração de óleo a fim de que os folículos pilosos não sejam obstruídos e assim não se desenvolva a foliculite infantil.

Além disso, o uso de roupas de algodão permite a pele da criança ter menos atrito com a roupa e auxilia a pele a respirar mais livremente. Por fim, para que o quadro de foliculite possa ser tratado é preciso o uso de loção específica para tratamento.

Seguindo todas as dicas acima a foliculite em crianças pode ser tratada em casos superficiais. Neste momento, é importante explicar que sendo essa uma irritação na pele é importante não deixar de consultar o pediatra de seu filho.

Em alguns casos mais graves, é preciso também que o quadro seja acompanhado por um dermatologista. Ele indicará o tratamento ideal a ser feito e acompanhará todo o caso.

Neste texto nós vimos o que é foliculite, quais são suas variações, causas e cuidados. Com isso queremos mostrar que, a foliculite em crianças é muito comum e pode ser tratada de forma muito simples. Gostou do texto? Não deixe de acompanhar outros textos do nosso site sobre dermatologia e saúde.

Acesse nossa Loja Virtualclique aqui para ver todos os produtos
Cadastre-se e receba novidades.
COMPARTILHE:
WhatsApp chat