Blog Foliculite

Quais são as doenças semelhantes à foliculite?

publicado em 13/10/2019

     A foliculite nada mais é do que o encravamento de pelos, ou seja, os folículos pilosos são infectados por meio de bactérias, fungos ou vírus. O predomínio principal é da bactéria Staphylococcus Aureus a qual faz parte do grupo dos cocos gram-positivos. A lesão pode ser confundida com a acne, furúnculos etc. Todavia, o problema é outro e necessita de cuidados diferentes. Entenda melhor!

Acne: surge devido à obstrução do nosso óstio folicular, conhecido popularmente como poros. Os poros são responsáveis pela saída dos pelos e produção de oleosidade para a pele. Assim, quando a formação de oleosidade é muito intensa, o óstio não consegue suportar e entope. Ademais, ele pode ser obstruído por contaminação, resíduo de cosméticos, maquiagens e outros fatores que podem irritar a saúde da pele.  

A acne pode ser dividida em quatro grandes estágios. Conheça!

Grau um (não inflamatória): são encontrados cravos que não inflamam. Precisamos destacar o cuidado com a acne nível um, pois, caso não seja tratada, pode evoluir para o grau dois.

Grau dois (inflamatória): chegando nesse patamar, a excessiva oleosidade começa alimentar uma bactéria chamada de Propionibacterium acnes, fazendo com que a região fique completamente ferida com presença de pus, feridas e vermelhidão.

Grau três: têm características semelhantes a dois, contudo, atinge uma região maior e específica.

Grau quatro: nesse estágio conhecido como acne conglobata, o paciente tem cistos que ficam muito próximos uns dos outros, ocasionando lesões as quais podem gerar cicatrizes e marcas na pele.

Celulite infecciosa (celulite bacteriana): caracterizada por “furinhos” que são encontrados na pele, esse problema estético incomoda grande parte das pessoas. A infecção é gerada a partir do vasto bombardeio de bactérias que penetram na pele devido aos cortes profundos, feridas, úlceras e bolhas.

Os sintomas mais intensos são: vermelhidão na pele, febre, dor, inchaço na região, tremores e mal-estar. Visto isso, é importante ficar atento, pois esses sintomas podem ser indícios para outras doenças infecciosas. Ir ao dermatologista para prevenção é primordial.                                                             

Verruga: são lesões na pele causadas por um vírus, mas que na maioria das vezes podem ser inofensivas. As verrugas variam de tamanhos e formas de indivíduo para indivíduo. Com o passar do tempo, elas podem desaparecer sozinhas. Sempre importante frisar a importância de um profissional da área caso apareça o problema na pele.

Pitiríase versicolor (micose de praia): é uma doença de pele a qual afeta a primeira camada cutânea, causando manchas brancas que podem servir de alerta para a manifestação de outras doenças. As regiões do corpo com maior oleosidade é um prato cheio para a proliferação da micose de praia. A doença é causada pelo fungo Malassezia furfur que produz o ácido azeláico o qual impede a produção de melanina quando exposta aos raios solares.

Os principais sintomas são: manchas amareladas ou esbranquiçadas que podem aumentar o tamanho e intensidade, descamação da pele, etc. Não deixe de procurar ajuda com o profissional da área.

Herpes Zóster: é uma doença causada pelo vírus varicela-zóster (VVZ) o qual provoca bolhas dolorosas na pele, acontece porque o vírus, permanece no corpo alojado em gânglios durante muitos anos. A infecção pode se manifestar em locais como tronco, couro cabeludo e rosto, revelando-se em pessoas as quais já tiveram catapora. A herpes pode provocar incapacidade física da área infeccionada.

Lembre-se: para foliculite, pelos encravados e manchas na pele, Tend Skin é a solução mais viável para um tratamento ágil e seguro. A solução mais utilizada no mundo, aprovada e indicada por dermatologistas. Corre que ainda há tempo!

Conheça o nosso site: https://www.tendskinbrasil.com.br/loja/ e veja qual o melhor produto para o seu incômodo.

Acesse nossa Loja Virtualclique aqui para ver todos os produtos
Cadastre-se e receba novidades.
COMPARTILHE:
WhatsApp chat