Blog Foliculite

Pelo encravado na virilha: o que é, diagnóstico e tratamentos

publicado em 18/01/2022

Pelo encravado na virilha costuma incomodar muitas mulheres, principalmente quem costuma fazer depilação ou expõe a área com frequência, como na praia.

 

Os pelos encravam quando não conseguem romper a camada de queratina que se forma sobre a epiderme e sair do folículo piloso. 

 

Como o processo de crescimento nunca pára, ele continua crescendo, só que a sua extremidade se curva penetrando novamente para dentro do folículo ou continua crescendo debaixo da pele.  

 

O organismo, por sua vez, inicia um processo inflamatório como reação para se livrar desse corpo estranho, a que chamamos de foliculite.

 

Ela é comum nessa região por conta do atrito direto com a calcinha, por ser uma região que fica abafada pelo calor e temperatura natural do corpo, ou por causa da depilação incorreta que não remove os pelos da raiz ou lesiona o folículo causando a inflamação ou até infecção por microorganismos. 

 

O problema acontece com mais frequência entre mulheres com os pelos mais grossos e encaracolados, ou que tenham poros estreitos e cicatrizes na pele.

 

Por ser em uma região íntima e delicada, a condição deixa a pele bastante irritada, levando a lesões avermelhadas semelhantes a espinhas (com ou sem pus), que podem inchar (ínguas), coçar e doer. 

 

Felizmente, os pelos encravados na virilha podem ser evitados e até tratados facilmente.

Veja abaixo suas causas e melhores tratamentos!

Por que o pelo encravado na virilha acontece?

Os pelos são estruturas anexas da pele que servem de auxílio no isolamento térmico e de barreira de proteção do organismo contra possíveis agressões do ambiente e entrada de microorganismos. 

 

Basicamente, os fios são formados por queratina (proteína), responsável pela sua resistência, elasticidade e impermeabilidade, bem como de células mortas compactadas da epiderme

 

Eles se desenvolvem no fundo do folículo piloso e se dividem em duas partes: a raiz que fica implantada na derme (camada intermediária da pele abaixo da epiderme); e a haste, que se projeta para fora da superfície da pele.

 

O pelo quando encrava, ele foi pinçado (puxado) ou raspado, mantendo a sua raiz, que continua