Blog Foliculite

Foliculite nas costas: qual o tratamento mais eficaz?

publicado em 17/01/2022

Já ouviu falar em foliculite nas costas? A foliculite é uma doença de pele, que costuma prejudicar os folículos pilosos, a estrutura onde os pelos crescem. 

 

Por isso, ela pode aparecer em qualquer região do corpo que apresente pelos, inclusive nas costas, já que muitos homens e até mulheres possuem pelos nessa região. 

 

Normalmente, a foliculite nas costas é superficial, aparece e pode até desaparecer sozinha, mas possui tratamento, caso tenha a tendência de piorar ou incomodar muito.

 

Leia mais sobre o assunto abaixo!

O que é foliculite nas costas?

A foliculite em si, é uma inflamação de um ou mais folículos pilosos (estrutura de onde nascem os pelos) em regiões do corpo que apresentam crescimento de pelos. 

 

Portanto, a foliculite nas costas é comum aparecer, principalmente nos homens, que possuem muito mais pelos nessa região que as mulheres.

 

Por outro lado, a foliculite pode aparecer em qualquer outra região do corpo, sendo mais comum a foliculite no rosto (barba e pescoço), virilha, nádegas e cabeça (couro cabeludo).

 

A inflamação é semelhante a espinhas, com lesões avermelhadas podendo conter bolhas de pus ou não, e normalmente são superficiais.

Tipos de foliculite nas costas

Em geral, a foliculite pode ser superficial ou profunda, sendo que a primeira é sempre a mais comum, afetando apenas a parte superior do folículo piloso, sem maiores complicações. 

 

A maioria dos casos de foliculite nas costas também é superficial, podendo ser dos seguintes tipos:

Foliculite Estafilocócica: 

Causada por infecção bacteriana, como a Staphylococcus aureus (estafilococos), que apresenta coceira e inflamação com pus em qualquer região do corpo, incluindo as costas.

Foliculite por pseudomonas (foliculite da banheira quente): 

Causada por bactérias pseudomonas que se proliferam em ambientes úmidos de níveis de cloro e  pH desequilibrados, como banheiras de hidromassagem, jacuzzi e piscinas. A infecção se caracteriza por erupções vermelhas, coceira e bolhas na região.

Foliculite Pitirospórica:

Causada por um fungo, sendo muito comum em adolescentes e homens adultos, afetando principalmente as costas e o peito, mas também o pescoço, os ombros, braços e a face. Ela se apresenta na forma de inflamações avermelhadas com muita coceira.

Causas da foliculite nas costas

Como vimos acima, a foliculite nas costas pode ser causada por uma infecção bacteriana ou fúngica dos folículos capilares quando danificados ou lesionados nas seguintes situações abaixo:

 

  • Atrito provocado por roupas muito apertadas
  • Transpiração excessiva
  • Condições inflamatórias da pele, como dermatite e acne
  • Lesões na pele como escoriações ou feridas cirúrgicas
  • Curativos de plástico ou fita adesiva aplicados na pele por longos períodos.

Fatores de risco para desenvolver foliculite nas costas

Qualquer pessoa pode desenvolver foliculite nas costas, mas os homens estão mais propensos, principalmente sob os seguintes fatores:

 

  • Doenças pré existentes (diabetes, leucemia crônica, HIV/AIDS)
  • Ter passado por transplante de órgãos
  • Condições de pele pré-existentes (acne ou dermatite)
  • Traumas associados à lesão ou cirurgia
  • Uso de antibióticos para tratar acne
  • Corticoterapia tópica
  • Obesidade
  • Uso de roupas que retém o calor e impedem a respiração da pele
  • Exposição constante à água quente
  • Alterações hormonais.

Principais sintomas da foliculite nas costas

Os sinais e sintomas da foliculite vão depender exclusivamente do tipo de infecção, superficial ou profunda. No caso da foliculite nas costas, podemos nos atentar a:

 

  • Pequenas erupções avermelhadas, com ou sem pus, em torno de folículos pilosos
  • Bolhas com pus que, ao se romperem, formam pequenas crostas na região superior
  • Pele avermelhada e inflamada na região infeccionada
  • Coceira e sensibilidade na região infeccionada
  • Cicatrizes (raro, apenas em foliculites profundas)
  • Região afetada dolorida em casos mais severos
  • Destruição do folículo piloso em foliculites profundas.

Diagnóstico e Exames

Na maioria dos casos, a foliculite acaba desaparecendo  sozinha, sem haver necessidade de tratamento. 

 

Mas, se os sintomas não desaparecem e você perceber que a infecção está piorando ou se espalhando para regiões maiores ou outras partes do corpo, procure um dermatologista.

 

O diagnóstico pode ser feito através de um exame físico com observação médica, podendo incluir testes laboratoriais de amostras extraídas das lesões.

 

Isso vai garantir o diagnóstico preciso da causa da infecção: se viral, bacteriana ou fúngica, a fim de definir o melhor tratamento.

Tratamento para foliculite nas costas

O tratamento para foliculite vai depender do seu fator causador, ou seja, fungo ou bactéria, variando desde pomada até sabonete para foliculite. Veja algumas opções a seguir:

 

  • Foliculite nas costas Estafilocócica: é tratada com antibiótico tópico, oral ou uma combinação de ambos, além de incluir alguns cuidados caseiros, como evitar o contato ou atrito com a área até a infecção cessar.

 

  • Foliculite por pseudômonas (foliculite da banheira quente): tratar com pomadas específicas para foliculite, a fim de aliviar a coceira.

 

  • Foliculite Pitirospórica: trata-se com antifúngicos tópicos ou orais.

Remédio para foliculite nas costas

Somente um médico especialista na área, no caso um dermatologista, poderá indicar o melhor remédio para foliculite nas costas, dependendo de cada caso, assim como a dosagem correta e a duração do tratamento. 

 

Por isso, siga sempre à risca as orientações do seu médico e não interrompa o tratamento sem antes consultá-lo.

 

A automedicação não é recomendada.

 

Além disso, como cada tipo de foliculite vai exigir um tratamento específico, o seu dermatologista vai indicar a melhor opção de tratamento de acordo com a causa da inflamação. 

 

Como na maioria dos casos de foliculite nas costas é causada por S. aureus, costuma-se indicar a aplicação de clindamicina a 1%, em loção ou gel 2 vezes/dia por 7 a 10 dias. 

 

Além disso, a lavagem com peróxido de benzoíla a 5%, durante o banho, por 5 a 7 dias é bastante recomendada. 

 

Em casos de acometimento cutâneo mais extenso, indica-se antibióticos sistêmicos (p. ex., cefalexina, 250 a 500 mg por via oral, 3 a 4 vezes/dia, por 10 dias). 

Melhor remédio para foliculite nas costas

A loção americana da Tend Skin, por exemplo, é referência mundial no tratamento de todos os tipos de foliculites, sendo considerada atualmente por dermatologistas o melhor remédio para foliculite nas costas.

 

A loção Tend Skin costuma ser indicada por inúmeros especialistas da área em várias partes do mundo, por ser capaz de mostrar excelentes resultados de eficácia com até 7 dias de tratamento. 

 

Tend Skin atua no mercado há mais de 30 anos, sempre de maneira específica e preventiva contra todos os tipos de foliculite e suas complicações, como o clareamento de manchas na pele. 

 

A loção é utilizada para diminuir as lesões causadas pela foliculite, aliviar a irritação causada por depilação com cera ou eletrólise, bem como ajudar na recuperação da pele após depilação a laser.

 

A loção pode ser aplicada em todas as áreas do corpo afetadas pela foliculite, incluindo as costas e o peito.

 

Portanto, a loção para foliculite da Tend Skin é tudo o que você precisa em um só produto!

 

Acesse nossa Loja Virtualclique aqui para ver todos os produtos
Cadastre-se e receba novidades.
Endereço de email inválido, favor corrigir.
Endereço de email já cadastrado.
The security code entered was incorrect
Agradecemos sua inscrição!
COMPARTILHE: