Blog Foliculite

Qual o melhor tratamento para foliculite na barba?

publicado em 18/01/2022

A foliculite na barba pode incomodar bastante, principalmente se o problema se alastra por todo o rosto e pescoço. Além das feridas avermelhadas, a coceira e a sensibilidade na região são alguns dos sintomas desagradáveis.

 

Também chamada por pseudofoliculite, costuma surgir após o barbear, por isso o nome associado à barba.

 

A foliculite é o resultado de uma inflamação nos folículos pilosos, que podem infeccionar e causar lesões mais profundas, como abscessos com pus. 

 

Mas na maioria dos casos, a foliculite na barba é superficial e desaparece sozinha, em poucos dias. Com alguns cuidados básicos de higiene e medicamentos tópicos, é possível tratá-la e até preveni-la.

 

Porém, casos mais graves e recorrentes recomenda-se a consulta ao dermatologista para um tratamento mais específico. 

 

Quer saber qual o melhor tratamento para a foliculite na barba? Confira abaixo!

O que é foliculite na barba?

A foliculite é uma reação inflamatória ou infecciosa na pele que incomoda bastante quem costuma se barbear com frequência acentuada.

 

Essa inflamação acontece nos folículos pilosos, podendo acometer somente a região da barba, onde crescem ou pelos, rosto e pescoço, ou se alastrar pela face toda, dependendo da gravidade.

 

De acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), a foliculite se torna uma infecção de pele quando o folículo piloso é obstruído ou colonizado por bactérias (Staphylococcus Aureus, o estafilococo), que invadem a pele através das lesões deixadas pelo ato de barbear.

 

Portanto, podem haver dois cenários distintos de foliculite na barba:

1 – Apenas uma reação ao corpo estranho causada por pelos encravados (pseudofoliculite);

2 – a infecção do folículo por algum microorganismo, que pode ser bactéria, fungos ou vírus.

Quais as causas da foliculite pós barba?

Embora a foliculite na barba possa ser desencadeada por diversas situações, a maioria dos casos está associada à maneira de retirar ou aparar os pelos. 

 

Ela pode até surgir em quem tem a barba longa ou mais alta, por conta da dificuldade de maior higienização ou uso de produtos inadequados. 

 

Pode até surgir após o uso de lâmina ou navalha, sem um preparo adequado antes do barbear.

 

Isso acontece quando o folículo piloso sofre algum tipo de dano, que pode evoluir para a uma inflamação na área ou infecção, como por exemplo:

 

  • Machucar a pele ao barbear (corte, escoriação);
  • Usar lâminas sujas ou em condições ruins (não aparadas);
  • Raspar os pelos na direção contrária do seu crescimento;
  • Não preparar a pele da forma adequada antes de barbear;
  • Suor excessivo após o barbear.

Diferentes tipos de foliculite na barba

A foliculite na barba pode ser de dois tipos diferentes: superficial ou profunda.

 

A foliculite superficial é uma inflamação mais comum e simples, que costuma ter sintomas mais brandos e desaparecer em poucos dias. Apesar de afetar a aparência e ser desagradável, não costuma ser grave.

Já a foliculite profunda ocorre quando há um agravamento no estado da foliculite inicial, fazendo com que as lesões infeccionem e aumentem a inflamação. 

Em geral, as feridas são mais dolorosas e possuem pus, podendo se transformar em furúnculos, deixar manchas na pele e até cicatrizes. Há casos em que o folículo piloso é totalmente destruído, deixando falhas de pelos na pele.

Quais os sintomas da foliculite?

A foliculite apresenta alguns sintomas diferentes, dependendo do tipo de infecção. No caso da foliculite superficial, os sintomas mais comuns são pequenas bolinhas vermelhas vermelhidão em volta do pelo, coceira e sensibilidade ou ardência na região.

 

Já a foliculite infecciosa causada pela bactéria estafilococo, por exemplo, possui sintomas mais exacerbados como coceiras mais acentuadas e feridas, semelhantes a espinhas (pápulas e pústulas), com ou sem pus, podendo até deixar manchas na pele e cicatrizes.

Fatores de risco para desenvolver a foliculite na barba

Apesar de ser uma reação muito comum de acontecer com quem tem o costume de fazer a barba com frequência (foliculite pós barba), a foliculite também costuma acometer com mais facilidade alguns grupos de pessoas, como por exemplo:

 

  • Quem possui doenças imunossupressoras;
  • Pessoas com propensão à acne ou doenças de pele;
  • Aqueles que fazem uso de medicamentos antibióticos prolongados;
  • Pessoas obesas;
  • Quem toma banhos muito quentes após se barbearem;
  • Gente com alterações hormonais.

 

Tratamento para a foliculite na barba

O melhor tratamento para foliculite na barba vai depender da intensidade dos sintomas e do tipo de infecção. 

 

Se os seus sintomas estiverem leves, apresentando apenas uma leve coceira ou vermelhidão na região da barba, lave o local com água fria e aplique produtos que ajudam a diminuir a irritação.

 

Mas se o seu caso parece mais grave, com pequenas áreas infeccionadas, dolorosas e com bolinhas de pus, o ideal é procurar um dermatologista para poder examinar melhor a situação. 

 

O profissional poderá indicar uso de sabonete para foliculite antisséptico, pomadas para foliculite antibióticas ou corticoides, a depender do tipo de infecção.

 

Caso a inflamação for por conta muitos pelos encravados, fazer uma leve esfoliação pode ajudar a diminuir o seu surgimento, mas só após a inflamação acabar. 

 

NUNCA faça a barba enquanto estiver ainda inflamado. E se quiser diminuir a ocorrência dessa inflamação, tente aparar a barba somente uma vez por semana.

Como prevenir a foliculite na barba

Como a foliculite de barba não possui uma cura, propriamente dita, a sua prevenção é o melhor remédio para evitar o seu surgimento. 

 

Portanto, você deve aprender como evitar a barba inflamada. A maioria dos casos pode melhorar apenas com alguns cuidados básicos e mudanças de hábitos.

 

Siga as dicas abaixo: 

 

  • Faça a barba apenas 1 vez por semana;
  • Use sempre uma lâmina nova cada ao se barbear, passando sempre no sentido de crescimento dos pelos;
  • Corte sempre a barba no sentido do crescimento dos pelos;
  • Evite passar a lâmina no mesmo local mais de vezes;
  • Passe um creme hidratante após fazer a barba ou loção pós-barba;
  • Em caso de áreas inflamadas, evite manipular as lesões ou tentar arrancar o pelo;
  • Mantenha a pele limpa, seca e livre de escoriações ou irritações;
  • Evite lavar o rosto com produtos antissépticos constantemente, pois ressecam demais a pele, aumentando a coceira e eliminando as bactérias protetoras;
  • Mantenha sempre a pele hidratada, com hidratante facial que contenha ativos calmantes, específicos para o seu tipo de pele;
  • Ao se barbear, use gel de barbear, espuma ou sabão para lubrificar as lâminas e evitar cortes;
  • Prefira fazer a barba após o banho, com água morna para abrir os poros do rosto, que facilita o processo;
  • Opte por produtos de qualidade, ficando longe de receitas caseiras;
  • Prefira um barbeador elétrico ao invés de lâmina.

 

Melhor pomada para foliculite na barba

 

O tratamento para foliculite na barba que tem ganhado destaque entre os dermatologistas é o Tend Skin.

 

O Tend Skin é uma loção americana com mais de 30 anos de mercado, vendido em mais de 20 países e que atua em todos os tipos de foliculite, apresentando eficácia em quase todos os casos de foliculite na barba.

Por isso, o Tend Skin tornou-se o queridinho dos dermatologistas!

Acesse nossa Loja Virtualclique aqui para ver todos os produtos
Cadastre-se e receba novidades.
Endereço de email inválido, favor corrigir.
Endereço de email já cadastrado.
The security code entered was incorrect
Agradecemos sua inscrição!
COMPARTILHE: