Blog Foliculite

Foliculite nas axilas: o que fazer?

publicado em 03/02/2022

Foliculite na axila e alta sudorese são problemas comuns da região, mas que há tratamento e, inclusive, prevenção.

 

A foliculite é uma doença de pele muito comum, que pode aparecer em várias regiões diferentes do corpo em que crescem pelo. 

 

Como as axilas, por exemplo, que também costuma provocar a alta sudorese, uma produção demasiada de suor. 

 

Para evitar que esses problemas apareçam nas axilas, recomenda-se sempre boas práticas de higiene, evitar a depilação com cera quente ou raspar na direção contrária do crescimento do pelo e até fazer uso de um antitranspirante específico, a fim de prevenir qualquer irritação na pele e ainda controlar a transpiração.

 

Leia mais sobre o assunto abaixo!

Foliculite na axila: por que aparece?

Como dissemos, os problemas e doenças de pele mais comuns que podem aparecer nas axilas são a foliculite e a sudorese excessiva.

 

Ambas podem causar diversos incômodos, como a inflamação da região com bolinhas avermelhadas, além de muito suor, dor, coceira, ardência, odor e inchaço.

 

Dependendo do nível de inflamação e irritação por conta do suor, podem ocorrer também manchas escuras, por conta de um aumento de produção de melanina.

 

A foliculite aparece com frequência nas axilas devido a uma série de fatores, desde a proliferação de fungos e bactérias no local; o atrito causado por roupas apertadas; até a depilação incorreta feita com lâmina ou cera.

Mas, o que alta sudorese tem a ver com isso?

Chamamos de sudorese excessiva quando há uma produção demasiada de suor partindo das glândulas sudoríparas.

 

Em geral, as causas podem ter vários fatores, como uma predisposição genética, prática de exercícios físicos em excesso, ingestão de certos alimentos, ansiedade ou mesmo a exposição a altas temperaturas. 

 

Quando a pessoa já possui uma predisposição à foliculite, esse excesso de suor pode agravar os sintomas, por deixar o local úmido, em uma região em que a pele já está inflamada e irritada.

 

Isso acaba dificultando o tratamento das lesões da foliculi