Blog Foliculite

Foliculite capilar

publicado em 19/04/2020

A foliculite de maneira geral, atinge os folículos pilosos (onde nascem os pelos) e pode ocorrer em várias regiões do corpo, especialmente na virilha, couro cabeludo, pernas, nádegas, axilas e barba. 

Você sabe o que é um folículo piloso? 

É uma estrutura da pele a qual os cabelos crescem. Há folículos pilosos em toda a pele, com exceção dos lábios, palma das mãos e sola dos pés. Os folículos capilares desenvolvem os cabelos reunindo as células velhas. 

O couro cabeludo, possui três camadas: pele (epiderme e derme), tecido conjuntivo (formado pela abundância de fibras e colágenas) e gálea aponeurótica. Além disso, o couro cabeludo serve como isolante térmico, barreira física e proteção imunológica. Entretanto, é nessa região que surge a famosa foliculite capilar deixando marcas por toda a vida. Neste texto, a equipe Tend Skin, irá falar um pouco mais sobre a foliculite capilar que afeta grande parte das pessoas no Brasil e mundo. 

Conhecida como foliculite no couro cabeludo, é proveniente de uma infecção bacteriana superficial ou profunda no folículo piloso. Geralmente, a foliculite superficial é a mais comum no couro cabeludo, afetando a região de saída dos pelos. Os sintomas são presença de “bolinhas vermelhas” com pus, coceira e bastante incômodo. 

A foliculite profunda é também conhecida como foliculite decalvante bastante prejudicial à saúde do couro cabeludo. Os sinais do seu aparecimento são bolhas com grande quantidade de pus, formação de crostas, vermelhidão e cicatrizes elevadas com perda definitiva dos fios, alopécia.

Você sabe quais as causas da foliculite no couro cabeludo? 

Segundo especialistas da área, a principal causa está relacionada ao atrito, pelo uso de chapéus ou bonés e falta de higiene. Ademais, a aplicação de pomadas e cremes agravam o problema ainda mais. Evite sempre que possível. 

Você quem está lendo esse texto, tem foliculite capilar e não sabe qual o melhor tratamento? Já foi indicado vários produtos e não obteve